10 tendências para as mídias sociais em 2020

 

Ainda com nosso termômetro de tendências em alta, resolvemos organizar as tendências mais importantes para as mídias sociais em 2020. Se você trabalha, estuda ou simplesmente usa mídias sociais, preste atenção nas tendências que nossos analistas levantaram e trouxemos no post a seguir.

A tendência para os próximos anos é o consumo cada vez maior de conteúdo em vídeo de curta duração. Nesse sentido, analistas acreditam que 2020 será o ano do TikTok e de outras plataformas de conteúdo efêmero como o Likee. Se você não conhece o TikTok, a hora é essa. Sabe o Stories do Instagram? Agora imagina uma rede social cujo post padrão é um vídeo curto (original ou dublado) mas que não se apaga depois de algum tempo.

O Instagram deve perder ainda mais a capacidade de alcance orgânico. Há analistas que defendem que a proposta de retirada dos likes do Instagram não seria por conta de uma preocupação quanto ao efeito aditivo das redes sociais e seus consequentes problemas psicológicos, mas uma tentativa de tornar a plataforma mais relevante mercadologicamente do que os influencers que lá atuam. Aliás, ainda veremos o Influencer Marketing crescer de forma geral nas mídias sociais devido ao baixo custo de investimento e pelo fato de ser excelente para outros objetivos além da geração de leads.

Como falamos no outro post sobre tendências para o e-commerce, 2020 será o ano do Social Commerce, ou seja, as mídias sociais se transformarão em canais de varejo. O mesmo Instagram já se adiantou para essa tendência e testa o beta do Checkout on Instagram, onde o usuário poderá fazer compras de terceiros sem sair do app. Mais ainda, as mídias sociais serão também um canal de relacionamento pós-venda com chatbots operados por Inteligência Artificial tirando dúvidas e esclarecendo procedimentos das empresas.

E por falar em Inteligência Artificial, na medida em que esta tecnologia avança e as plataformas de mídias sociais forem capazes de entregar opções de advanced targeting e customização de anúncios, será possível vermos em pouco tempo anúncios personalizados com a oferta certa e no momento em que usuários estão mais propensos a comprar.

O ano de 2020 será também aquele em que as empresas tentarão equilibrar seus engajamentos públicos e privados. Os grupos dentro das mídias sociais terão grande relevância. Quem é um pouco mais velho se lembra dos grupos de nomes engraçados do Orkut. Hoje a mesma dinâmica se dá no Facebook Groups só que com propósitos e interações mais relevantes. As marcas tendem a direcionar seus esforços menos para um enorme volume heterogêneo de usuários e mais para esses grupos homogêneos sobre os quais poderá interagir mais cirurgicamente, e atendendo a uma demanda cada vez maior por privacidade, o próprio Mark Zuckerberg já afirmou que “o futuro será privado” em entrevista à The Verge.

Disso virá um grande esforço das empresas para estabelecer relacionamentos através de canais privados com seus usuários e, com a queda contínua de volume de usuários, o Facebook já entendeu isso e está colocando o Groups no centro de suas estratégias, criando novas e boas oportunidades de negócios dentro dessas comunidades.

A incorporação de tecnologias como Geotargeting e Realidade Virtual será visível nas mídias sociais nos próximos anos, principalmente a Realidade Aumentada cuja maior vantagem é fornecer uma experiência prévia do produto sem maiores comprometimentos, além de ser uma ótima ferramenta de entretenimento.

Todas essas tendências afetarão diretamente os seus negócios online e podem ser potencializadas de forma positiva. Quer saber como tirar o máximo de ferramentas como personalização, inteligência artificial e outras que fazem parte do portfolio de soluções da Criteo? Entre em contato com a gente.

Manoella Fidalgo

Manoella mudou para São Paulo para fazer uma pós-graduação e nunca mais saiu. Além de escrever para o blog da Criteo Brasil, ela é responsável pelo Marketing da Criteo na América Latina. Gosta de pipoca, música e não come chocolate. Não necessariamente nessa ordem.