Internet aberta e íntegra com gerenciamento da qualidade do tráfego

 

Na Criteo, proteger nossos anunciantes e publishers contra tráfego inválido na internet aberta sempre foi prioridade máxima. Para lidar com o cenário de ameaças constantes à qualidade do tráfego e do inventário, a Criteo fez investimentos significativos para garantir a mais alta qualidade possível do inventário e do tráfego. Neste blog, espero dar mais insights sobre como protegemos nosso ecossistema contra tráfego inválido e como podemos proteger você.

O que é tráfego inválido?

Quando conversamos com clientes, notamos que há muita confusão sobre o que constitui tráfego inválido. Em geral, eles costumam ler e ouvir o termo “fraude publicitária” para definir tráfego de baixa qualidade, mas não têm uma ideia clara de como definir tráfego inválido. Na Criteo, nossa definição de tráfego inválido é qualquer tráfego que não seja tráfego humano com um interesse potencial e genuíno em nossos anúncios.

Além disso, ainda que nenhum tipo de tráfego inválido deva ser faturado para os clientes, convém saber que:

1. Nem todo tráfego inválido é “fraudulento”:

Embora o tráfego gerado por atividade maliciosa seja, de fato, parte de tráfego inválido, nem todo tráfego inválido é gerado para defraudar budgets de campanhas, nem para gerar ganhos ilícitos para um publisher trapaceiro. A principal origem de tráfego inválido são os bots automatizados que podem muito bem ter um propósito legítimo (auditoria, detecção de violação de marcas comerciais, qualidade do anúncio etc.) e nenhuma intenção maliciosa.

2. Boa parte de tráfego inválido deve-se a problemas de integração ou relatórios errôneos:

A segunda principal causa de tráfego inválido geralmente deve-se a problemas de integração técnica de uma SSP, de um publisher ou de um registro de algum tipo. Esses problemas impactam as métricas usadas para mensurar a performance de uma campanha e não podem ser interpretados incorretamente como tráfego inválido.

Nossa abordagem para combater tráfego inválido

Uma engine avançada de detecção de tráfego inválido.

Na Criteo, nosso sistema de detecção de tráfego inválido recebe 341 bilhões de solicitações de bid e 3,8 bilhões de displays por dia que precisam ser pontuados e avaliados em tempo quase real. Ele integra vários elementos: blacklists do setor, como IAB e TAG, uma engine de regras flexíveis em tempo real, que nos permite implementar regras rapidamente para produção, e uma engine de regras offline, em que algoritmos e regras mais sofisticados de Machine Learning podem ser utilizados. O incrível número de solicitações de bid que nossa engine recebe por dia faz dela uma das maiores ferramentas de detecção de tráfego inválido do mundo.

Políticas rígidas para controlar a qualidade do nosso inventário.

Gerenciar efetivamente a qualidade do tráfego em uma plataforma de anúncios significa ter, acima de tudo, políticas claras e rigorosas para assegurar que a qualidade do inventário em nosso marketplace permaneça livre de qualquer problema de qualidade. A Criteo definiu diretrizes para garantir que nossos parceiros permaneçam em total conformidade, monitorando continuamente nosso inventário em relação a possíveis violações. Caso algum parceiro não esteja em conformidade, agiremos rápido e avaliaremos o histórico de relacionamento.

Conformidade com os mais altos padrões do setor.

Desde 2018, a Criteo já conquistou três certificações TAG, o que atesta a qualidade dos nossos esforços no combate a tráfego inválido:

  • Certificado contra Fraudes (CAF)
  • Diretrizes para a Qualidade do Inventário
  • Certificado contra Pirataria

No caso das certificações CAF e Diretrizes para a Qualidade do Inventário, do Trustworthy Accountability Group (TAG), ao contrário de muitas empresas do setor, optamos por ir além e sermos auditados por terceiros, a BPA Worldwide, garantindo a independência das nossas certificações.

Participação em comitês do setor.

Acreditamos que banir tráfego inválido do ecossistema publicitário deve ser um esforço conjunto com todos os atores do setor e, dessa forma, participamos e contribuímos com inúmeros fóruns e comitês do IAB e do TAG. Por exemplo, contribuímos com as blacklists do IAB e do TAG e ocupamos um assento no comitê de Bots e Spiders do IAB.

Parceria com empresas de detecção de tráfego inválido líderes do setor.

Também acreditamos que ter, internamente, uma engine de alta qualidade para a detecção de tráfego inválido não é suficiente. Nosso sistema deve ser consistentemente mensurado e suplementado pelo o que há de melhor em todo o setor. É por essa razão que firmamos uma parceria no ano passado com a Pixalate e a Integral Ad Science para suplementar as ferramentas de investigação e detecção de tráfego inválido da Criteo.

Equipes de suporte dedicadas.

Ter políticas fortes e engine sofisticada de detecção de tráfego inválido em conformidade com os padrões do setor não é suficiente para garantir 100% de cobertura contra tráfego inválido. É por isso que temos várias equipes internas que podem dar suporte e investigar problemas de qualidade de tráfego usando ferramentas dedicadas de alertas de monitoramento em tempo real, painéis de monitoramento e ferramentas de investigação. Isso nos permite coletar telemetria e inteligência adicionais que, por sua vez, alimentam as futuras otimizações em nosso sistema automatizado de detecção de tráfego inválido.

Olhando para frente

Maus atores tentarão sempre encontrar brechas e fraquezas para defraudar o ecossistema de anúncios, mas permanecemos comprometidos em garantir que a Criteo é incansável no esforço para detectar e deter vilões. E, caso você tenha preocupações acerca da qualidade do tráfego das suas campanhas, fale com seu Gerente de Contas da Criteo.