Marketing e mentalidade multi-tab em 2020

 

Como as pessoas estão aproveitando todo o potencial dos navegadores para ajudá-las em suas compras na internet? Hoje os consumidores sinalizam um tipo particular de comportamento quando se trata de pesquisar e organizar informações sobre produtos e marcas — ao que chamamos “mentalidade multi-tab”.

O que é mentalidade multi-tab?

Os consumidores de hoje têm pressa e o tempo de atenção é curto, distraem-se facilmente. A mentalidade multi-tab — ou abrir várias páginas da web com uma rapidez alucinante — permite comparar diferentes fontes de conteúdo ao mesmo tempo, ou salvar itens nessas páginas e revisitá-los posteriormente. Em geral, esse comportamento ocorre quando é útil ter vários itens semelhantes lado a lado. Dessa forma, é possível espiá-los e compará-los rapidamente, por exemplo, para pesquisar hotéis, preços de academias, restaurantes ou até mesmo quando queremos saber tudo sobre o óleo de coco.

Simultaneamente, o usuário checa o email, dá uma lida nas manchetes, confere as redes sociais e depois volta à caça daquela camiseta preta incrível que procura — tudo na mesma janela do navegador, em uma ou várias sessões online. Os estudos mostram que esse comportamento é especialmente comum entre as gerações mais jovens, a Geração Z e o Millennials. Em 2020, os consumidores agem como detetives, investigando e digerindo diferentes conteúdos, tudo de uma só vez.

O paradoxo da escolha

Na era da multitarefa e da sobrecarga de informações, os profissionais de marketing já sabem que os consumidores estão acostumados a ver uma tonelada de opções em uma única busca online. Do lado do consumidor, ter muitas opções pode ser fantástico, mas também pode gerar uma tremenda confusão na hora de decidir.

Vamos ilustrar. A Fernanda está procurando uma camiseta preta. Durante o primeiro minuto, ela usa o Google para pesquisar “camisetas pretas” e imediatamente recebe 7,5 bilhões de resultados!

Neste momento, talvez ela se faça um mundo de perguntas:

  • Que tipo de camiseta preta eu quero?
  • Quais marcas devo procurar?
  • Quanto quero pagar?
  • Quanto tempo posso esperar para receber a compra?
  • O que minha revista favorita diz? 

Em seguida, ela abre uma guia (ou tab) para conferir o blog de uma influenciadora que marcou, outra guia para pesquisar “algodão vs. tencel” e outra guia para ver qual marca sua celebridade favorita vestiu ontem para ir a uma festa incrível. São muitas as opções!

O paradoxo da pesquisa

Na primeira guia, a Fernanda rola a página e abre rapidamente dois artigos que prometem mostrar “camisetas pretas que você tem que ter”. Ela alterna para o Google Shopping, clica em quatro anúncios de marcas e em dois anúncios em sites de varejistas. É uma infinidade de sugestões.

Após alguns minutos de pesquisa em cada guia, a Fernanda elimina algumas opções. Ela abre várias outras guias com outras sugestões e passa os próximos dez minutos digerindo as informações, indo e voltando para comparar os diferentes modelos. De todos os produtos aparentemente semelhantes que viu e que conseguiu informações, agora é hora de pensar o que fazer.

A jornada do consumidor 2020 é uma verdadeira caçada

No cenário de compras de hoje, alternar períodos de busca de informações rápidas (abrindo novas guias) com períodos para digerir essas informações (considerar diferentes marcas/produtos) é típico do consumidor 2020. Avaliações de usuários, recursos do produto, material de fabricação ou até mesmo toda a cadeia de supply de uma determinada marca. É assim que os consumidores modernos estreitam suas opções até chegar ao produto ideal.

A jornada do consumidor de hoje é uma verdadeira caçada — e as pessoas fazem questão de investigar todas as opções.

Para conectar-se aos consumidores de hoje, adeptos dessa mentalidade multi-tab, os anunciantes precisam estar na frente deles nos momentos de alta intenção, durante toda a jornada de compra. Para se preparar para a nova mentalidade do consumidor, baixe nosso relatório Shopper Story.