Fevereiro 11, 2019
Compartilhar

Marketing para o Setor de Moda: como dominar as três maiores tendências de 2019

 

Camisas, sapatos, calças, saias e muito mais: o setor de moda inclui produtos de vários tipos e ajuda a manter o mundo na estica da cabeça aos pés. O aumento na concorrência, as marcas “fast fashion” e as grifes com vendas diretas ao consumidor chegaram para complicar o jogo, mas a oportunidade continua enorme para as marcas de olho no futuro preparadas para dominar as tendências.

Guia de Marketing para o Setor de Moda

É por isso que criamos o Guia de Marketing para o Setor de Moda. Nesta leitura rápida e interativa, mostramos o tamanho da oportunidade, o que acontece no mercado de moda e as principais tendências para ficar de olho.

Segundo o Statista, o mercado global de moda vale US$ 1,39 trilhão e a projeção é que atinja US$ 1,65 trilhão em 2020. O Shopify espera que a receita mundial para o setor de moda no e-commerce aumente de US$ 481 bilhões em 2018 para colossais US$ 713 bilhões em 2022. Como acontece com outras categorias, vem ocorrendo uma mudança monumental no setor de moda em termos de comportamento e expectativas do consumidor, especialmente na última década.

Quer saber mais? Confira três dicas valiosas que estão no guia:

1. Reveja e refaça sua estratégia social. 

InstagramYouTubeFacebook são plataformas fundamentais para o setor de moda. Se você não estiver nessas redes, comece a criar sua presença agora mesmo. Se estiver, faça a si mesmo as seguintes perguntas: Você está se engajando com seus seguidores de um jeito que o faz parecer real, honesto e humano? Você está sendo transparente a respeito dos seus produtos e da sua empresa? Você está criando um conteúdo visual altamente engajador? É fácil comprar com você? Seus seguidores podem navegar e fechar a compra direto da rede social?

apparel marketing strategies

Investir em uma campanha de retargeting para redes sociais também é uma forma valiosa de criar conexões multicanal com consumidores. Depois que os usuários saem do seu site, você pode impactá-los via Facebook e Instagram com anúncios personalizados com base no histórico de compras e no engajamento anterior.

O Criteo Dynamic Retargeting para Facebook e Instagram ajuda você a conquistar uma performance incomparável, oferecendo uma visão granular de toda a jornada do consumidor online e da intenção de compra em tempo real — na web, no mobile, no app e no desktop. Os clientes atuais que usam o Criteo Dynamic Retargeting no Facebook e no Instagram veem um aumento médio de 12% nas vendas em todas as campanhas de retargeting.

O retargeting para vídeo também será fundamental, pois somente a Geração Z passa 23 horas por semana assistindo a conteúdos por streaming.

2. Capriche no seu app.

Nossa Análise do E-commerce no Mundo mostrou que, na maioria das regiões, o mobile já responde por 65% das transações online de varejistas com um app de compras, e o share in-app das vendas continua a crescer. Não é surpresa nenhuma, já que as taxas de conversão dos apps chegam a ser cinco vezes mais altas que na web mobile em todo o mundo. Tomando como base as tendências observadas em 2018, esperamos que a participação do mobile continue aumentando — especialmente o share das transações de varejistas que têm um app de compras.

apparel marketing strategiesApp mobile da Zara

Está claro que a oportunidade é enorme. Só que, segundo um relatório da Localytics, cerca de 1 em cada 4 pessoas abandona os apps depois de um único uso. Sem uma estratégia para engajar ativamente quem baixa seu app, o uso da base instalada pode diminuir rapidamente. Os apps que não conseguem engajar os usuários e permanecem sem uso acabam sendo excluídos, e a oportunidade de engajar usuários de alto valor é perdida.

apparel marketing strategies

Para maximizar o potencial do seu app, considere o retargeting para apps para levar usuários inativos de volta ao seu site e mantê-los ativos. Aprendendo continuamente com 1,4 bilhão de consumidores por mês, o Criteo App Retargeting atrai cada usuário com anúncios mobile de todo o seu catálogo de produtos — tudo otimizado em tempo real de acordo com a intenção de compra e o contexto de navegação de cada consumidor.

3. Obtenha os dados de que você precisa para oferecer experiências personalizadas.

Os millennials e a geração Z têm maior probabilidade de ignorar anúncios ou usar ad blockers. Por isso, para impactá-los, você precisa acertar em cheio. Isso significa anúncios altamente personalizados com o design certo, no lugar certo, na hora certa.

apparel marketing strategies

Esse nível de personalização exige uma quantidade enorme de dados e inteligência artificial sofisticada para você conseguir analisar e agir com base nesses dados. Com o Criteo Audience Match, você pode usar dados de CRM para identificar e impactar suas audiências online com anúncios dinâmicos. O Criteo Audience Match interage com o Criteo Shopper Graph — o maior conjunto de dados aberto de consumidores do mundo — para você ter as melhores taxas de combinação do setor. E tudo movido pelo Criteo Engine, que usa uma avançada tecnologia de machine learning para analisar insights de mais de 1,4 bilhão de consumidores ativos todos os meses e mais de US$ 615 bilhões de transações de e-commerce todos os anos.

Se as roupas fazem o homem (ou a mulher), os dados fazem o plano de marketing.

As marcas de roupa que querem continuar na moda têm de usar dados para se diferenciarem da concorrência. Com dados suficientes e as ferramentas certas, é possível oferecer uma experiência omnichannel personalizada a todos os consumidores. Assim como acontece com as roupas, nada se compara a uma peça feita sob medida só para você. Os consumidores de hoje e de amanhã nutrem altas expectativas — a personalização será fundamental para atender aos novos anseios e superá-los.