O Dia do Meio Ambiente e a atenção com o Meio Ambiente em nosso dia-a-dia

 

No último dia 5 de junho o mundo celebrou o Dia do Meio-Ambiente. Ao redor do mundo, várias entidades, organizações e governos tomam medidas e lançam campanhas com o intuito de chamar a atenção para a necessidade e a urgência de ações e políticas que preservem a natureza, combatendo principalmente a poluição e outros comportamentos de pessoas e empresas que aceleram o aquecimento global.

A agenda positiva em relação ao meio-ambiente já virou, inclusive, vantagem competitiva entre empresas de vários ramos, ou seja, os consumidores valorizam ações de preservação e estão atentos a práticas das empresas nesta direção e acabam por escolher aquelas que realmente mantém uma agenda positiva nesse quesito. Aliás, para empresas que buscam financiamentos para seus projetos, vários bancos e entidades financeiras exigem planos de aderência à preservação ambiental na hora de liberar recursos e aprovar empréstimos.

Na Criteo, somos conscientes de nossa pegada ambiental e fazemos a nossa parte para minimizá-lo. Mais do que apoiar campanhas, definimos indicadores precisos ligados a metas como a gestão de nossos data centers e suas fontes de dados, a promoção de escritórios verdes e a promoção de práticas entre os colaboradores para a prevenção de impactos ambientais negativos de suas ações para o ambiente e a sociedade de forma geral. Estes indicadores são apresentados – assim como a performance do time em alcançá-los – todos os anos no Relatório de Responsabilidade Social Corporativa (RRSC).

Um dos principais indicadores ambientais que a Criteo acompanha com atenção é o consumo de energia. Para controlar nosso consumo próprio e, principalmente, o dos parceiros que recebem nossos 14 data centers, desenvolvemos o que chamamos de “Eco Responsibility”: uma série de critérios que devem ser cumpridos para que empresas possam ser nossas fornecedoras. Dentre estes critérios estão questões sobre processos de economia e uso eficaz de energia e outros tópicos relacionados ao meio-ambiente. A aplicação dessas políticas entre os anos de 2018 e 2019 resultou na diminuição em 5% das emissões de carbono derivadas da operação de nossos data centers e o aumento em 12% na fatia de fontes renováveis de nosso consumo de energia.

A redução do consumo de energia não faz parte apenas das relações com fornecedores. Nossos escritórios também recebem atenção dedicada e ações como a substituição de lâmpadas convencionais por outras de LED que se acendem por aproximação ou a contratação de fornecedores de energia verde, como a Lifegate, em Milão, Itália. Aliás, iluminação e condicionadores de ar são os grandes consumidores de energia em nossos escritórios e, como uma de nossas políticas de energia, ambos desligam automaticamente durante a noite. A geração de lixo e lixo eletrônico também está na mira de nossas ações. Além das ações mais comuns como separação de lixo por categorias para reciclagem e o incentivo ao uso de canecas individuais em vez de copos descartáveis, a Criteo lançou em 2018 a campanha Eco’s Zero Waste e vem gerando awareness sobre os comportamentos mais positivos.

Além disso, nossos colaboradores em nossos vários escritórios são encorajados a boas práticas como o consumo consciente de papel, água e outros itens de escritório, assim como a utilização de seus laptops em modos de economia de energia quando plugados na tomada e, quando não utilizados, colocados no modo sleep. Estas ações dentro dos escritórios Criteo resultaram em um consumo de energia 1,6% menor em 2019 em relação ao ano anterior, reduzindo a média de consumo por empregado em 2,2%.

E, finalmente, o indicador mais importante é a nossa pegada de carbono. Dentre as principais ações de redução estão a diminuição das viagens a trabalho e o uso de transporte individual para chegar ao trabalho. Quanto ao primeiro, incentivamos o trabalho remoto onde possível de acordo com as legislações locais vigentes, como em nosso escritório de Paris onde nossos colaboradores podem trabalhar de casa um dia por semana. Quanto ao segundo, o transporte, subsidiamos os custos do uso de transporte público e oferecemos acessibilidade para o uso de outros meios menos poluentes de transporte. Estas ações reduziram nossa pegada de carbono em 13% entre 2018 e 2019.

Na Criteo, resultados comerciais andam juntos com os de responsabilidade ambiental. Com isso fazemos a nossa parte na melhoria da qualidade de vida e garantia de um futuro limpo para todos.