Agosto 25, 2017
Compartilhar

Por que a privacidade é cada vez mais importante

 

Na primeira parte de nossa série, apresentamos o conceito de Privacy by Design. Neste post, veremos por que a privacidade é uma preocupação vital, tanto para consumidores quanto para anunciantes.

Hoje, com a proliferação de dispositivos para navegação online, cada vez mais avançados, e tecnologias que podem coletar, de forma precisa, grandes quantidades de hábitos e insights dos consumidores, nunca foi tão importante para as empresas assegurar que os dados dos usuários estejam protegidos, em todos os momentos. Mantê-los informados sobre como esses dados são utilizados e compartilhados durante a jornada de compras é crucial.

Por que a privacidade é importante para os anunciantes

No setor de e-commerce, proteger a privacidade do consumidor e adotar uma política de transparência sobre as práticas comerciais é uma questão de respeito. Quando o consumidor entende exatamente como seus dados pessoais estão sendo usados e tem a possibilidade de controlar as próprias informações de navegação, a relação de confiança entre ele e a empresa aumenta. E quanto mais o consumidor confiar na marca, maior será sua fidelidade a essa marca ao longo do tempo.

Por que a privacidade é importante para os consumidores

Com o aumento cada vez maior de dispositivos que coletam e compartilham informações, os consumidores querem saber como seus dados serão coletados, utilizados e protegidos. Com a exposição de dados online, as conversas sobre privacidade digital podem gerar dúvidas, como risco de espionagem, assédio ou prejuízo. Mas, um estudo recente, realizado pela Harvard Business Review, mostra que muitos consumidores não têm noção sobre o tipo e a profundidade de informações pessoais que eles revelam online.

Mesmo assim, muitos esperam de suas marcas favoritas uma experiência personalizada. Portanto, como conciliar esses dois desejos aparentemente conflitantes? Para a Criteo, por meio de três fatores: relevância, confiança e autonomia. Isso significa manter os consumidores informados sobre como seus dados são coletados e utilizados. Significa também assegurar que eles possam manter o controle sobre o que e quando visualizar em sua experiência online.

Como os anunciantes podem assegurar privacidade e rentabilidade

Embora a coleta e o uso de dados sejam essenciais para que as empresas de e-commerce possam oferecer experiências de compras personalizadas e relevantes para gerar vendas, a melhor forma de fazer isso é por meio de práticas transparentes. É preciso permitir ao consumidor manter o controle sobre sua própria jornada de navegação.

Veja a seguir alguns dos principais requisitos para manter uma relação de confiança e transparência entre consumidores e profissionais de marketing:

  • Informar quais dados são ou não coletados e como isso afeta a experiência online do consumidor, por exemplo: a Criteo coleta informações sobre os produtos que você visualiza, mas não coleta dados que possam identificá-lo pessoalmente. Isso permite à Criteo mostrar a você os produtos que provavelmente vão lhe interessar. Evitamos mostrar banners irrelevantes e não desejados, que podem representar uma poluição visual em sua experiência de navegação.
  • Uma opção de opt-out fácil de usar e acessar, com linguagem que explica como isso afetará a experiência da jornada de compras online.
  • Fácil acesso a uma política de privacidade completa, bem como a informações sobre os compromissos e padrões de privacidade do setor que sua empresa adota, por exemplo, a Criteo é membro da Network Advertising Initiative.

Em nosso próximo post desta série Privacy by Design, você verá como a privacidade do consumidor é parte integral do desenvolvimento de produtos, e não uma consideração tardia.

 

Privacy by Design em três partes:

Privacy by Design: Uma abordagem fundamental e inovadora em relação à privacidade [Parte 1]

Por que a privacidade é cada vez mais importante [Parte 2]

Segurança fortificada [Parte 3]