Tendências de consumo em tempos de coronavírus: 8 categorias de produtos populares neste momento

 

No mês passado, mais países impuseram medidas de distanciamento social. Enquanto isso, os consumidores estão adaptando seus estilos de vida ao novo normal, o que significa que passam cada vez mais tempo dentro de casa.

Como se adaptar à nova realidade

A nova experiência “Fique em casa” também levou a mudanças significativas nas tendências de consumo, o que colocou uma certa pressão nas empresas para se ajustarem ao novo normal. Enquanto as pessoas mantêm o distanciamento social, as chamadas de vídeo dispararam. Quanto mais tempo em casa, mais os consumidores repensam o que importa aqui e agora: trabalho remoto, aulas remotas, exercícios em casa, cozinhar em casa, diversão com as crianças, mais tempo com a família.

Usando nossa análise mais recente, que inclui dados do Shopper Graph da Criteo, que abrange aproximadamente 2 bilhões de consumidores ativos por mês, destacamos quais categorias de produtos começaram a ver as vendas dispararem.

A atualização omnichannel

Assim que a economia de distanciamento social começou, nossos dados mostraram o impacto para as lojas online e offline. Há poucos dias, relatamos que as vendas online nos EUA cresceram em 91% de 23 a 29 de março. Na análise da semana passada, nossos dados mostram que a lacuna online-offline alargou ainda mais: as vendas online de varejistas que têm tanto lojas virtuais quanto lojas físicas foram mais do que o dobro dos níveis de janeiro, com uma alta de 133%.

Varejistas omnichannel estão compensando a perda nas lojas físicas com vendas online, com alta de até 133% esta semanacoronavirus shopping trends omnichannel retailers

 

Categorias de produtos em destaque

Com o crescimento das vendas online, também observamos mudanças expressivas nos produtos comprados. Essas tendências começaram assim que lockdowns e medidas de distanciamento social entraram em vigor.

Nos EUA, que agora lideram os casos de coronavírus no mundo, o álcool em gel voou das prateleiras ainda no início de fevereiro. A visualização abaixo mostra o impacto do coronavírus nas vendas de sabonetes para as mãos em nossa rede de varejistas:

Vendas indexadas de sabonetes para as mãos – 9 de fevereiro de 2020
Fonte: Criteo Retail Media Network, EUA

 

Confira oito categorias de produtos que estão fazendo a diferença nos últimos dias:

1. Webcams

A Logitech, uma empresa que domina o espaço de webcams, vendeu tudo. Outros grandes varejistas zeraram o estoque. Desde reuniões com colegas de classe até lives de animais que vivem em fazenda, a popularidade e a criatividade no uso de webcams têm sido surpreendente.

Dados de vendas da Criteo mostram o crescimento dia a dia. Na semana passada, as vendas de webcams dispararam na França (+1830%) e na Austrália (+1083%), em comparação com as primeiras quatro semanas de janeiro. Elas também subiram nos EUA (+458%), no Brasil (+437%), na Alemanha (+693%), na Polônia (+379%), no Reino Unido (+258%) e na Rússia (+109%).

Webcams em alta para trabalhar e estudar de casacoronavirus shopping trends webcams

 

2. Roupa de Dormir e Loungewear

O aumento no número de videoconferências disparou a demanda de roupas casuais, especialmente daquelas da cintura para baixo, perfeitas para ficar em casa. Celebridades estão postando fotos com as famílias em looks “combinandinho” para passar a quarentena. Calças de pijamas, moletons e leggings estão em alta.

Sem ter muito onde ir, o consumidor busca conforto. Na semana passada, as vendas de Roupas de Dormir e Loungewear aumentaram na Austrália (+184%), no Brasil (+126%), na Coreia (+80%) e na Itália (+79%), em comparação com janeiro.

Vendas de roupas casuais crescem, roupas de dormir e loungewear sobem +184%coronavirus shopping trends apparel

 

3. Produtos para barba e higiene pessoal para homens

Os salões de beleza e barbearias estão entre os muitos negócios que foram temporariamente fechados em razão do coronavírus. Sem profissionais a quem recorrer, agora é improvisar e dar um jeitinho com as próprias mãos. A demanda de itens para barba e cuidados pessoais para homens cresceu. As vendas refletem os novos hábitos.

A demanda de itens para Produtos para Barba e Higiene Pessoal para Homens cresceu na Turquia (+312%), em Portugal (+250%), na França (+167%), na Itália (+166%), no Reino Unido (+138%), na Polônia (+118%), na Austrália (+79%), na Espanha (+64%), na Alemanha (+62%), no Brasil (+31%) e na Rússia (+27%), em comparação com o primeiro mês do ano. Nos EUA, as vendas de Máquinas de Cortar e Aparar Cabelo subiram mais de 241%.

Vendas de produtos para cuidados pessoais aumentam, barba e produtos de higiene pessoal para homens veem +312%coronavirus shopping trends personal care

 

4. Produtos para pets

As notícias sobre o coronavírus levaram as taxas de adoção de pets subirem nos EUA, além de inspirarem campanhas para alertar sobre a situação dos animais abandonados. Por todo o conforto e companhia que representam, os animais de estimação parecem estar muito bem cuidados, e seus “pais” contam cada vez mais com as lojas online. Além disso, mais tempo em casa significa mais tempo para mimar seus pets.

As vendas de produtos para pets, como camas, alimentos, gaiolas e petiscos, subiram nos EUA (+274%), na Alemanha (+263%), na Espanha (+140%), na França (+130%), na Austrália (+101%), no Reino Unido (+76%) e no Japão (+9%).

Produtos para pets em altacoronavirus shopping trends pets

 

5. Produtos de panificação

De acordo com o Google Trends, pesquisas por “bolo de banana” subiram 54% globalmente no mês passado. Impulsionada por uma proliferação de artigos, blogs gourmets e receitas na web, uma antiga moda está voltando: cozinhar é uma atividade caseira saudável, que pode despertar sentimentos de conforto, controle e tempos mais simples. E, é claro, a falta de restaurantes despertou a necessidade de aprendermos a preparar nossa própria comida.

As vendas de itens de panificação, como misturas para bolo de chocolate, pão de sanduíche, recheios para tortas e doces e kits de decoração de bolos, cresceram na Itália (+789%), nos EUA (+290%), na Espanha (+289%), na Austrália (+273%), no Reino Unido (+223%), no Brasil (+179%), na França (+111%) e na Polônia (+83%).

Vendas online de produtos de supermercado permanecem fortes, produtos de panificação crescem +789%coronavirus shopping trends baking

 

6. Equipamentos para jogos

De acordo com a Verizon, o uso de videogames nos EUA subiu 75% uma semana depois que a OMC declarou o estado de pandemia do coronavírus. Com o isolamento social, sobra mais tempo para os videogames, especialmente porque as empresas encorajaram as pessoas a trabalharem de casa o máximo possível.

Na semana passada, as vendas na categoria Games, que inclui produtos como consoles, controladores e outros tipos de hardware, aumentaram no Reino Unido (+486%), nos EUA (+338%), na Espanha (+283%), na França (+262%), na Alemanha (+229%), no Brasil (+164%), na Rússia (+143%), na Itália (+77%) e no Japão (+59%).

As vendas do setor de games decolaram no final de março, com alta de +486% em abrilcoronavirus shopping trends gaming

 

7. Móveis para varandas e jardins

A necessidade de ficar em casa também tem levado os consumidores a investirem no novo estilo de vida, criando espaços para respirarem o ar livre. Aqueles que têm sorte o suficiente de terem jardins e varandas estão caprichando num cantinho ao sol — e às estrelas — durante o isolamento social. Espreguiçadeiras, mesas e banquetas de bar, poltronas e ombrelones agora decoram jardins, varandas e terraços.

As vendas de móveis para varandas e jardins dispararam no Reino Unido (+1908%), na Alemanha (+956%), nos EUA (+428%) e na França (+303%). Na Coreia do Sul, as vendas de cadeiras para espaços externos subiram +167%.

As vendas de móveis para varandas e jardins subiram agora que as pessoas têm mais tempo de ficar em casa

coronavirus shopping trends outdoor furniture

 

8. Faixas elásticas para exercícios

Muitas academias de ginástica fecharam temporariamente em razão do coronavírus, mas os consumidores não deixaram a boa forma de lado. Na rotina de treinos solitários, entram as faixas elásticas, que permitem exercícios de alongamento, flexibilidade e força em espaços confinados.

A demanda de faixas elásticas para exercícios subiu na Alemanha (+725%), no Reino Unido (+504%), na Austrália (+488%), nos EUA (+86%) e na Polônia (+82%), em comparação com as quatro primeiras semanas do ano.

Demanda de faixas elásticas para exercícios sobe +725% à medida que consumidores passam a treinar em casacoronavirus shopping trends exercise

 

Como melhorar a experiência do isolamento

O comportamento de consumo está mudando à medida que mais pessoas praticam o distanciamento social em casa. A todo momento, os consumidores estão buscando conselhos e recomendações sobre como melhorar cada aspecto da experiência dentro de casa. Se você é um profissional de marketing, pense em como suas ofertas podem tornar a vida de seus clientes mais fácil, mais divertida e mais confortável em meio às novas restrições.

O que os profissionais de marketing podem fazer

  1. Fique de olho nas tendências de cada categoria. Preste atenção ao que está acontecendo no seu mercado e no seu site. E continue a monitorar as tendências toda semana. Foque em áreas que vêm se expandindo, como trabalho remoto, educação a distância, exercícios físicos em casa e entretenimento.
  2. Gere conversões com contexto. Crie campanhas que destaquem os produtos mais relevantes aos seus clientes. Mude CTAs para focar em opções de entrega, inventário ou experiência.
  3. Engaje sua audiência. Enquanto as pessoas passam mais tempo em casa e procuram mais formas de distração, use anúncios com formatos interativos para engajar-se com seus clientes ideais.

Neste momento de distanciamento social, a Criteo está conectada e atuante. Do escritório ou da cozinha de casa, nossos profissionais estão prontos para impulsionar suas campanhas, com relevância e personalização.