Um dia com seu pet na Criteo

 

Eles ficavam sozinhos em casa, não podiam passear pelas ruas do bairro e contavam apenas com algumas horinhas de sol. Tinham que esperar alguém que lhes trouxesse comida e, apesar de tudo isso, sempre mantiveram o bom humor!

Não, não vamos abordar casos de confinamento por conta da COVID-19 neste texto. Estamos falando da rotina dos pets dos nossos colaboradores, sempre a espera deles em casa para os receber com a maior alegria. Mas esses dias de isolamento terminaram depois que a Criteo inaugurou o Criteo Pet Day!

Já falamos aqui sobre as várias vantagens de se trabalhar na Criteo, sobre o nosso ambiente de trabalho único e as oportunidades de carreira e treinamento. Hoje vamos conversar com alguns colaboradores assíduos do Pet Day e como esta ação simples conseguiu dar uma leveza ao escritório e aumentar a produtividade de todos.

Tudo começou quando a Vicky Manu precisou ir ao veterinário. “Ia ficar muito complicado para eu sair do nosso escritório no Itaim Bibi, voltar pra casa para buscá-la e levá-la até a Zona Norte onde ficava o veterinário”, diz Fernanda Matsumoto, Senior Account Strategist, que depois de pedir com jeitinho, convenceu sua chefe Carol Girotto. Como a Vicky se comportou muito bem, outros colegas decidiram entrar na brincadeira e a quantidade de pedidos para a participação ativa dos pets cresceu.

Vicky Manu, a pioneira, checando as mensagens da Fernanda Matsumoto.

Estava feita a bagunça! Quer dizer, nada disso. Com tudo bem organizado, o Pet Day, além de ser super divertido, “ajuda a quebrar um pouco a rotina”, diz Carolina Fogaça, Senior Account Strategist “irmã” do labrador Juju. “Todo mundo já conhecia o Juju por fotos e redes sociais, mas vê-lo interagindo com as pessoas no escritório é um barato”, completa. O João Corain, Senior Account Strategist e pai do Dom, também concorda: “Poder trazer o Dom para o escritório é uma delícia! Ele faz a alegria de todo mundo e deixa o ambiente mais descontraído e engraçado!”

Carolina e seu “irmão”, Juju (esq.) e Dom (dir.)

E se engana quem pensa que a curtição é só das pessoas. “Poder levar a Moana para passar um dia comigo no trabalho foi muito especial, afirma Manoella Fidalgo, Senior Marketing Manager. “Ela se divertiu pelo escritório, interagiu com os outros cachorros e com os colegas da Criteo também”. Para Carolina Fogaca, “tê-los no escritório é uma forma de socializá-los com nossos colegas de trabalho” e muitos não conseguem esperar a hora de voltar. “Trabalhar na Criteo é mesmo um privilégio! Solzinha está com saudade e já quer voltar!”, diz Maiby Gignon, LATAM CPP Director e mãe da Sol.

Moana no colinho da Manoella Fidalgo (esq) e Sol no colinho da Maiby Gignon.

Ou seja, todo mundo aproveita e, no final, o sentimento é este, orgulho. Muito bem resumido pelo Rafael Cotovia Pimentel, Manager Account Strategy e pai do Petter: “Não só foi um dia muito divertido, mas também me senti ainda mais feliz em poder trabalhar e passar o dia com meu cãopanheiro”. E pela Manoella: “O Pet Day foi mais uma iniciativa que me fez orgulhosa de trabalhar na Criteo.”

Rafael e Petter

Quer trabalhar neste ambiente descontraído e de alta performance? Visite nossa página de carreiras e saiba que oportunidades estão abertas para você. Venha fazer parte desse time!