Notícias


FILTRAR POR
Tipo
Data
Na Mídia

Recarga do Bilhete Único com Mercado Pago, Globoplay, CI&T, Vivara, Vivo, Stone & Muito Mais

O Mercado Pago e a rede credenciada Prodata Mobility Brasil anunciaram uma parceria para que os usuários do Bilhete Único em São Paulo possam pagar pelas recargas pelo aplicativo da fintech. A funcionalidade acaba de ser disponibilizada em todos os terminais de autoatendimento (ATMs) da Prodata nas estações de metrô da capital paulista. O passageiro pode realizar a operação por meio de saldo em conta ou com um cartão de crédito cadastrado. Ao encontrar um ATM, basta optar por pagar com a carteira digital, abrir o aplicativo do Mercado Pago, clicar em pagar com Código QR, apontar a câmera do celular para a tela e colocar créditos no bilhete. Com a parceria, os ATMs também passarão a transacionar com PIX, novo sistema de pagamentos instantâneos brasileiro, que será implementado em novembro.

Na Mídia

7 inovações que revolucionaram o e-commerce no Brasil

Mais do que falar de inovação no e-commerce só pela novidade em si, é importante entender que o papel de novas ferramentas e tecnologias no cenário da economia.

Na Mídia

Publicidade em aplicativos ganha destaque na pandemia

O período de distanciamento e isolamento social acentuou novos comportamentos pelo mundo, principalmente no que diz respeito ao uso da internet e celular. O Brasil registrou um aumento de 25% em instalações de aplicativos em smartphones, de acordo com a AppsFlyer. São Paulo e Rio de Janeiro foram as cidades com maior crescimento: 50% em São Paulo e 21% no Rio.

Na Mídia

Fidelidade à marca nos tempos de COVID-19: como reter novos compradores online

Durante esse período de bloqueio, os consumidores descobriram novas lojas ou marcas favoritas, sejam elas lojas de conveniência online, sites de marcas ou empresas.

Na Mídia

Publicidade em aplicativos ganha importância na pandemia

Muitas empresas mudaram as estratégias para o comércio eletrônico durante a pandemia, e campanhas em aplicativos ganhou espaço.

Na Mídia

Como as marcas podem se adaptar para engajar com os consumidores em quarentena devido ao COVID-19

No cenário atual do COVID-19, reconhecemos que marcas e anunciantes estão enfrentando desafios únicos e sem precedentes. Todos estão questionando como otimizar os esforços para se conectar com os clientes e gerar resultados de negócios, além de permanecer sensível aos desafios contínuos que o mundo está enfrentando.

Na Mídia

Bem-vindo ao novo cenário da retomada do consumo presencial

No final de junho, o Brasil iniciou o seu procedimento de reabertura do comércio presencial, antes fechado por medidas de segurança contra a Covid-19. O período de isolamento social representou significativas mudanças na sociedade global em diversas dimensões. O varejo, por exemplo, teve um grande impacto, já que a experiência ligada à nossa relação com o vendedor (loja e shopping), seja no físico ou online, passou a ser feito quase tudo no digital.

Na Mídia

O que os varejistas podem aprender com a Coréia do Sul

Mesmo que o futuro pareça incerto para consumidores e varejistas brasileiros, especialistas concordam em um ponto comum: a pandemia do COVID-19 ainda está longe de terminar. Podemos esperar um crescimento no número de casos com a reabertura gradual dos negócios em diferentes estados do Brasil, portanto também é importante saber como tomar as devidas precauções, oferecendo aos consumidores experiências seguras e significativas em todos os canais.

Na Mídia

Consumo: mudança sem volta

Para 67% dos consumidores brasileiros, a pandemia fez com que descobrissem ao menos uma nova forma de compra que pretendem manter após o isolamento social. Os dados são de um estudo da Criteo, empresa global de tecnologia para soluções de marketing digital e publicidade. O levantamento mostra ainda que 52% dos brasileiros pretendem aumentar a compra de mantimentos de maneira on-line e incorporar essa nova forma de consumo. O home office também ganhou espaço: 46% dos que adotaram essa prática pretendem mantê-la.

Na Mídia

62% da população brasileira afirma que não entrará em um avião nos próximos nove meses

Uma pesquisa aponta que 38% da população brasileira irá esperar no mínimo nove meses para voltar a entrar em um avião, apesar da reabertura dos aeroportos. Outros 24% irão esperar ainda mais para voltar a usar o meio de transporte. O levantamento, coordenado pela empresa Criteo, destaca que os brasileiros estão optando por viagens mais curtas, de um dia ou um fim de semana, diante do isolamento social imposto pela pandemia de coronavírus.