O cenário é um pequeno prédio de quatro pavimentos no subúrbio. No andar térreo, uma senhora de oitenta e três anos observa pelo vidro fechado da janela a rua vazia lá fora até ouvir o som da campainha. Ela nem precisa espiar pelo olho mágico pois, pela hora, já sabe quem é: o jovem casal, vizinhos do quarto andar. Para que a senhora não saísse de casa, eles se dispuseram a trazer suas compras. Vestindo uma luva de plástico, ela entrega um amarradinho de notas de vinte e uma lista com os produtos que precisa.

Nesses últimos meses encaramos desafios que planejávamos encarar apenas no futuro. Lojas trocaram suas operações para o ambiente digital, pessoas alteraram suas rotinas e adquiriram novos hábitos. E não faltaram exemplos de união nesses tempos de isolamento social causado pela pandemia de COVID-19.

União foi, realmente, um dos grandes aprendizados desse período não apenas para nós como indivíduos, mas como sociedade. E, é claro, mudou a forma como as empresas, que também são feitas de pessoas, lidam com seus desafios. Para a Criteo não foi diferente e, nesse período em que a Black Friday, uma das datas mais importantes de vendas online, se aproxima, pensamos em como maximizar ainda mais as possibilidades das duas pontas da mesma cadeia comercial para quem trabalhamos.

Nós atendemos vários grandes varejistas. O desafio deles é trazer o máximo possível de consumidores para suas plataformas para que, lá dentro, escolham entre as melhores ofertas de seus fornecedores e encham os carrinhos de ofertas, mas os caminhos percorridos por esses consumidores são um tanto tortuosos até chegar ao último clique.

Por outro lado, muitos de nossos clientes são marcas que não possuem um e-commerce próprio. Suas vendas online dependem de grandes varejistas e, por isso, concentram seus esforços de marketing digital para dar visibilidade às suas marcas, seus produtos e encaminhá-los para esses parceiros de varejo sem, no entanto, conseguir acompanhar com acuidade a performance desses esforços em termos de venda dentro dos sites parceiros.

Geralmente, lançamos campanhas por toda a Internet em nome dos varejistas e em nome das marcas com o mesmo objetivo: levar tráfego para as lojas online. Então, estando nesse meio do caminho entre as marcas e os varejistas e entendendo o desafio que ambos estão passando, resolvemos melhorar ainda mais uma de nossas ferramentas cujo objetivo é unir os dois, criar campanhas com as quais pudéssemos apontar o caminho mais curto até a melhor oferta e realmente acompanhar os resultados dentro desses varejistas. Assim, nossos esforços durante a pandemia foram para aumentar ainda mais a disponibilidade das nossas campanhas de Co-Marketing.

Quem explica é o Lucas Novaes, Key & Strategic Sales Account Executive da Criteo: “Ao entender em quais categorias de produtos o usuário está navegando dentro de grandes varejistas digitais, conseguimos entregar banners dinâmicos de marcas específicas dessas categorias. Então conseguimos entregar um banner da sua SmartTV para o usuário que está navegando dentro dessa categoria de produtos no e-commerce da Americanas, por exemplo. Ou apresentar sua linha de produtos de cosméticos para usuárias que estão buscando por Dermocosméticos dentro da Drogasil – encurtando o caminho dela até o seu produto. Essa é a grande sacada do Co-Marketing”.

Essas informações fazem toda a diferença e, não por acaso, a procura por esse tipo de estratégia vem crescendo. Já pensando nas campanhas para Black Friday, a Criteo ouviu o feedback de diversos clientes, agências e parceiros e entendeu que, além das métricas padrão como impressões, cliques, CTR e share de vendas, era necessário medir a quantidade de usuários impactados, impressões e custos por usuários assim como alcance. Hoje, com cada vez mais parceiros para as campanhas de Co-Marketing, temos um produto tão robusto que é possível medir a performance por linha criativa, unidades vendidas, CTR por display e mais.

“Com esse tipo de campanha, você poderá aumentar o seu Market-share dentro do varejista que você escolher, através de banners dinâmicos com controle de estoque, com elementos de marca de ambos e mensuração de resultados de ponta a ponta”, conta Lucas, que atende um número cada vez maior de empresas interessadas em implementar campanhas de Co-Marketing.

Você também quer saber mais sobre como as estratégias de Co-Marketing podem ajudar a sua marca a vender mais no seu parceiro de confiança? Entre em contato com a Criteo e ficaremos felizes em promover essa união nesse tempo difícil que enfrentamos.

Transforme metas em resultados.

Quer aumentar o tráfego? Acelerar as vendas? Ver mais app installs? A Criteo tem soluções para diferentes metas de negócios.