5 tendências para as vendas de final de ano – oportunidades para Black Friday e Natal

Setembro 21, 2020

2020 tem sido um ano atípico. A pandemia de coronavírus obrigou todo o ecossistema de marketing, online e offline, a repensar suas estratégias para lidar com o isolamento social e as mudanças nos hábitos de consumo derivadas dele.

Desde março estamos acompanhando essas mudanças e trazendo insights, oportunidades e desafios enfrentados pelos e-commerces de todo o Brasil. Agora, nos aproximamos das duas datas mais importantes do ano: Black Friday e Natal. É hora de rever o aprendizado desses meses anteriores e fazer bonito com as vendas de final de ano.

Para sabermos mais sobre como os consumidores planejam aproveitar essas duas datas, a Criteo realizou, entre maio e junho, a pesquisa “Peak to Recovery” que nos apontou para cinco tendências e, pelo menos, uma certeza: olhar para o que aconteceu durante a Black Friday de 2019 não será suficiente para 2020.

TENDÊNCIA 1 – E-commerce

Dados levantados pela pesquisa indicam que as vendas entre 29 de junho e 5 de julho foram 70% maiores do que as realizadas entre 3 e 9 de fevereiro, lá no início da pandemia. Isso nos leva a crer que, depois de todo esse tempo, o consumidor está confortável com o novo hábito de compras online. Isso pode se refletir num bom desempenho das vendas na Black Friday e, se cruzarmos esses dados com outros de uma pesquisa realizada pela Signifyd, podemos ver que há uma tendência para as compras online com retirada nas lojas, os pedidos BOPIS (compre online, pegue na loja, na sigla em inglês buy online pick up in store) que dobraram globalmente durante a pandemia.

Para aproveitar essa tendência, o desafio é ir além dos descontos. Como conta o Tiago Cardoso, Managing Director LATAM da Criteo: “É preciso oferecer uma experiência de compra mais do que especial, seja na loja física, no site ou no aplicativo. Use os dados de compra para garantir que seus clientes recebam mensagens consistentes e personalizadas durante toda a jornada.”

TENDÊNCIA 2 – Fidelização

O isolamento social derivado da pandemia de COVID-19 resultou em algumas mudanças de hábitos dos consumidores que levaram ao incremento do volume de compras online. Segundo a nossa pesquisa, 56% dos entrevistados realizaram sua primeira compra online no pico da pandemia, mais de um quarto deles descobriram marcas novas que vendiam e entregavam e mais de um terço se encantaram com pequenos comerciantes que não conheciam.

Isso significa que a concorrência aumentou! Com as vendas migrando para o ambiente online, marcas que antes vendiam apenas em lojas físicas também fizeram o mesmo movimento. Além disso, quase 95% dos entrevistados manifestou interesse em continuar comprando das lojas que descobriram. Ou seja, nunca as estratégias de fidelização foram tão necessárias. “A experiência do consumidor com a marca antes, durante e depois da compra é fundamental para mantê-lo engajado no principal período de vendas do ano”, explica Tiago Cardoso.

TENDÊNCIA 3 – Aplicativos

Se o consumidor migrou para o online, podemos dizer que estão usando como nunca os aplicativos mobile para realizarem suas compras. E esta já era uma tendência esperada, mas está se mostrando ainda mais forte do que as projeções iniciais. Dados da agência Statista mostram que a receita realizada por aplicativos no Brasil deve chegar a US$ 45 milhões nesse ano e US$ 59 milhões até 2024, com a inclusão de mais de 20% da população. Esses números podem ser ainda maiores se, até lá, a tecnologia 5G estiver disponível para a população brasileira.

Com a aproximação da Black Friday e do Natal, a hora de concentrar esforços em aumentar a base de leads e clientes é agora para poder, quando estivermos mais perto dessas datas, se valer de estratégias de retargeting para trazê-los de volta para as compras. Segundo Herwin Genz, Team Lead de Novos Negócios para o Brasil da Criteo, a melhor tática é “garantir que os usuários de aplicativos tenham a mesma (ótima) experiência durante toda a jornada de compras”.

TENDÊNCIA 4 – Estilo de Vida

Mudanças no cotidiano provocam mudanças também no estilo de vida das pessoas. A grande maioria das que entrevistamos para nossa pesquisa Peak to Recovery, 65%, disseram que este período foi uma boa oportunidade para mudar seu estilo de vida. Entre os hábitos que devem continuar a ser valorizados estão ficar (55%), trabalhar (46%) e cozinhar em casa (53%), fazer exercícios em casa (50%) e jardinagem (13%).

Estas intenções se refletem no crescimento das vendas de algumas categorias de produtos. Nosso Painel Interativo de Insights de Produtos mostrou que as categorias que mais cresceram foram as de Eletrônicos, Saúde & Beleza, Brinquedos & Jogos, Artigos Esportivos, Móveis e Roupas. O mais recomendado para acompanhar e aproveitar essas mudanças de hábito. Segundo Rafael Pimentel, Gerente de Estratégias de Contas para o Brasil da Criteo, a recomendação é prestar atenção à jornada geral em seu site ou aplicativo e certificar-se de que sua mensagem e seus anúncios estejam alinhados com o que os seus clientes desejam e precisam.

TENDÊNCIA 5 – Viagens

Há uma grande demanda reprimida por viagens por conta do isolamento social. Perguntamos em nossa pesquisa Peak to Recovery o quanto os entrevistados estavam confortáveis para viajar em Outubro. O resultado foi que 61% estarão tranquilos para viagens de final de semana, 52% para viagens de ônibus e trem e apenas 38% disseram que estarão tranquilos para viagens e avião. Isso significa que as viagens serão mais curtas nesse fim de ano. De forma geral, viajar ainda divide os consumidores: 68% dizem mal poderem esperar para voltar a viajar, enquanto 61% ainda estão cautelosos.

Apesar de ser um dos setores que mais sofreram com a pandemia, dados da Criteo mostram um leve reaquecimento com um aumento de 4% em reservas e pesquisas por viagens nacionais no início de Julho em comparação com meados de Junho. Como disse o Bruno Borges, Team Lead para Novos Negócios no Brasil da Criteo, “as pessoas querem fazer viagens curtas para fugir da rotina do dia a dia. Isso pode ter um impacto positivo no setor”.

Agora é a hora de planejar suas ações para aproveitar ao máximo as vendas online da Black Friday e Natal. A Criteo pode te ajudar o seu negócio a encontrar novos clientes e trazer de volta aqueles que já compraram. Conte com as várias ferramentas que a Criteo oferece para elevar o patamar de seus negócios.

Transforme metas em resultados.

Quer aumentar o tráfego? Acelerar as vendas? Ver mais app installs? A Criteo tem soluções para diferentes metas de negócios.