Novos hábitos de consumo e campeões de venda no novo cenário de distanciamento social

 

Com a emergência do coronavírus, muitos países tomaram medidas extremas de isolamento social e quarentena que influenciaram diretamente a forma como as pessoas vivem, trabalham e consomem. Aqui na Criteo não foi diferente! Implementamos o trabalho remoto e estamos cuidando uns dos outros da melhor forma possível para garantirmos que, mesmo neste novo e incerto cenário, possamos continuar monitorando o mercado e trabalhando para o sucesso dos nossos clientes. Uma dessas inciativas foi o Corona Hub, um monitor de atividades e vendas de sete indústrias que ajuda a ter uma visão de quais produtos ganharam ou perderam importância diante das mudanças de hábitos de consumo promovido pelas medidas de distanciamento social. E, para quem acha que a economia simplesmente parou, está muito enganado.

Certamente muitas indústrias estacionaram, como é o caso da indústria de turismo e as companhias aéreas, e a indústria de entretenimento e do marketing de experiência. O que vemos foi uma mudança brsuca no comportamento dos consumidores que, uma vez isolados em casa cumprindo suas quarentenas, passaram a efetuar suas compras, ou pelo menos as possíveis, pela Internet.

Ainda, alguns comportamentos são derivados da mudança no dia a dia das pessoas. Por exemplo, do início de março até agora, vemos um forte crescimento de vendas de roupas casuais, moletons, leggings, camisetas e pijamas. Esse tipo de produto tem tudo a ver com a mudança de hábito e a quantidade de tempo que as pessoas agora estão passando em casa.

E já que não se pode sair para se divertir, os games viraram a sensação do momento entre as vendas de eletrônicos. Desde meados de março que as vendas de artigos relacionados a games estão em franca ascendência, seguido por TVs e computadores. Vê-se que as pessoas estão buscando não apenas se entreter, mas se equiparem para o trabalho remoto que vem se tornando cada vez mais uma realidade.

O mesmo acontece com os gêneros alimentícios. Com restaurantes fechados, os pedidos online em supermercados aumentaram. Vimos uma grande alta de vendas desses produtos em meados de março e um outro no início de abril. Claro que, nessa segunda alta, o produto mais procurado foi chocolate, por conta da Páscoa, mas de maneira geral, alimentos, snacks, condimentos, sucos, café e cereais vêm encabeçando a lista dos mais procurados. Um dado curioso é o aumento de gêneros ligados a panificação. Parece que o brasileiro está se aventurando a fazer o seu próprio pão caseiro já que estão impossibilitados de irem até a padaria.

Adaptações são realmente necessárias e uma delas está acontecendo nesse momento em relação à compra de móveis. Historicamente associada a lojas físicas, a venda online de móveis vem disparando. O início do isolamento social no Brasil, em meados de março, elevou as vendas de mesas de trabalho, por conta do início dos home-offices e de trocadores de bebês, por conta do movimento de fechamento das creches e escolas. Já no início de abril, artigos de cama e mesa começaram a crescer.

O mesmo pode ser dito para os artigos de cozinha e limpeza. No início de março, percebemos um enorme crescimento nas vendas desses artigos, particularmente de dispensers para sabonetes. Em meados de março foi a vez de aumentarem as vendas de itens para cozinha como eletrodomésticos e acessórios e, agora, a grande sensação parecem ser as lareiras!

Mas não são apenas artigos para a casa que vêm despertando o interesse dos consumidores online. Alguns estão aproveitando o isolamento e mantendo uma rotina de exercícios que estariam fazendo nas academias e ginásios agora fechados. Artigos para exercícios físicos também tiveram um importante aumento nas vendas online desde o início de março. Destaque para as pulseiras que monitoram as funções corporais, as chamadas exercise bands. Ainda, monitores de atividade cardíaca, equipamentos de yoga e pilates, bolas e outros artigos para exercícios em geral estão em alta.

E, como não podia deixar de ser, os animais de estimação parecem estar recebendo mais mimos do que de costume. Nosso monitoramento viu fortes altas nos artigos relacionados a pets, inclusive com aumento de adoções!

Continuamos acompanhando o que acontece no mercado e avaliando os hábitos de consumo durante esse período de muitas mudanças de comportamento. Fique de olho em mais novidade aqui no site e não perca a oportunidade de continuar operando o seu e-commerce durante a quarentena. Seu negócio pode ser muito útil para quem está impossibilitado de sair de casa.

Manoella Fidalgo

Manoella mudou para São Paulo para fazer uma pós-graduação e nunca mais saiu. Além de escrever para o blog da Criteo Brasil, ela é responsável pelo Marketing da Criteo na América Latina. Gosta de pipoca, música e não come chocolate. Não necessariamente nessa ordem.