Cada olhadinha, uma venda

 

Não há nada mais frustrante para quem trabalha com vendas do que a “olhadinha”.

Podem assumir. Todo mundo já entrou numa loja e quando um vendedor faz (ou tenta fazer) uma abordagem, responde com um educado “estou só dando uma olhadinha”.

Tudo bem, faz parte do jogo. Aliás, faz parte da jornada de compra. Entrar na loja, observar as ofertas, manusear os produtos, toda a experiência sensorial do ambiente e do atendimento são componentes que influenciam a tomada de decisão e, se bem pensados numa estratégia integrada, certamente podem ser cruciais para que o cliente escolha comprar com você e não com o seu concorrente.

Mas o que fazer quando essa “olhadinha” ocorre na loja online? Bem, aqui também a olhadinha despretensiosa pode ser o primeiro passo para uma venda. Uma estratégia de marketing e vendas online deve levar em conta toda a jornada de compra imaginada para usuário na Internet. Por isso, quanto mais informações se tem sobre seus hábitos e preferências, maior é a capacidade de oferecer o que ele quer quando ele estiver mais propenso a comprar. Em outras palavras, uma “olhadinha” na sua loja online permite a você dar uma “olhadinha” no que ele gosta.

A partir dessas informações esse usuário pode avançar em sua jornada de compra quanto mais informações sobre produtos e estímulos lhe são oferecidos. Logo, ele pode deixar de ser apenas um visitante único e se tornar um Lead. O grande desafio é como tornar o visitante em Lead e como, depois, converter esse Lead em cliente. Para isso, fazer apenas propaganda de seu e-commerce não é suficiente. Veja o que estava acontecendo com a Verisure, por exemplo.

Convenhamos, a Verisure é especialista em ficar de olho. Líder nacional em equipamentos de segurança e vigilância corporativa e residencial, atuando em mais de 15 países, a empresa recebia muitas visitas em seu e-commerce, mas não conseguia converter essas visitas em vendas. Quando nos procuraram, sugerimos uma campanha de Dynamic Retargeting super objetiva a partir de um CPA ideal e orçamento restrito, afinal, é natural que uma empresa de segurança não quisesse correr riscos, não é mesmo?

A campanha foi para o ar com anúncios otimizados e posicionados nos lugares certos levando o conteúdo mais relevante para cada usuário e, em pouco tempo, já deu ótimos resultados. Tanto que a Verisure se sentiu à vontade para dar mais um passo adiante, e foi um passo crucial. Uma vez determinado o CPA ideal, a empresa nos deu sinal verde para um orçamento ilimitado, vinculado ao CPA. Nessas condições foi possível ligar o Turbo, quer dizer, o ACO.

ACO é o acrônimo para Adaptive Conversion Optimization, um serviço exclusivo da Criteo capaz de buscar o maior volume de Leads que uma campanha pode gerar baseado no ajuste automatizado de CPC. Colocando a sopa de letrinhas das siglas de lado, vamos direto ao ponto: o ACO é uma turbina aspiradora de Leads! Uma vez determinado o valor CPA ideal, a inteligência artificial Criteo AI Engine é capaz de trazer um volume gigante de usuários qualificados para o site.

O resultado foi tão bom que a equipe de Lead Generation da empresa resolveu expandir a solução para outros mercados. “A Criteo nos deu suporte para chegar a um maior alcance com nossas campanhas de retargeting e justamente reimpactar os usuários que estávamos deixando escapar sem realizar uma conversão a um custo e formato que buscávamos” – disse o Amilcar Chavez, gerente responsável pelo projeto na Verisure.

Trabalhamos durante seis meses e conseguimos mais de 4,2 mil conversões, o que representa uma excepcional taxa média de conversão de 3,5%. Além disso, elevamos em 10% o volume total de tráfego no site, o que colocou a campanha no terceiro lugar no ranking de maior geração de tráfego dentre as ferramentas utilizadas pela empresa.

Muito bom, não é? Quer dar uma olhadinha e saber mais sobre nosso Turbo ACO, Dynamic Retargeting e as demais soluções para marketing digital disponíveis? Fique de olho no nosso site ou entre em contato com a gente.