Selecione uma categoria:

Cinco estratégias de retargeting para você começar uma campanha

 

Como já sabemos, os carrinhos de compra são muitas vezes abandonados. A maioria dos consumidores (98%) deixará seu site sem comprar absolutamente nada. Pelo menos, na primeira visita.

Se você pesquisar como o retargeting funciona, verá que se trata de uma das melhores formas de reengajar consumidores que visitaram seu site, mas não converteram. Você poderá lembrá-los dos produtos que estavam interessados e levá-los de volta para comprar.

Veja cinco estratégias de retargeting que podem ajudá-lo a fazer isso:

 

1. Leve em conta o comportamento do consumidor no site.

Segmente usuários com base nas páginas visitadas no seu site para mostrar anúncios personalizados e altamente relevantes.

Por exemplo, se o usuário adicionar uma máquina Nespresso ao carrinho, mas não finalizar a compra, você poderá segmentá-lo com anúncios dessa cafeteira nos próximos sites que ele visitar. Se outro consumidor comprar essa máquina de café, você poderá mostrar a ele anúncios de produtos complementares, como cápsulas de cappuccino e xícaras elegantes.

Se uma terceira pessoa clicar em uma página de cafeteiras francesas, depois clicar em cafeteiras italianas e depois em cafeteiras elétricas, esse consumidor poderá ver anúncios alternados de cada produto se você configurar uma rotação de anúncios.

Em geral, o retargeting atua com base na jornada de cada cliente online, enviando a mensagem certa na hora certa.

 

2. Segmente seu público.

Segmentar não é só adicionar um pixel ao site para fazer retargeting de todos os visitantes do último mês. Não basta mostrar a mesma mensagem a todos os consumidores. Há muitas maneiras de segmentar seu público (pessoas que abandonaram o carrinho de compras, visitantes recentes, compradores recentes, etc.). E cada segmento pode se beneficiar de determinado conteúdo.

Não importa se os consumidores visitaram seu site trinta ou dois dias atrás. Você poderá atraí-los novamente com incentivos relevantes: entregas no mesmo dia, programas de recompensas ou ofertas de produtos relacionados.

 

3. Concentre-se nos termos de pesquisa.

Uma ótima maneira de aumentar as vendas é fazer retargeting logo depois que a pessoa pesquisa palavras-chave ou frases relacionadas ao seu produto. Por exemplo, se você tem uma joalheria em São Paulo e alguém pesquisa no Google “colares de diamantes nos Jardins”, você pode segmentar essa pessoa com anúncios para “desconto diamantes Jardins”. A principal diferença entre o retargeting da rede de pesquisa e outros tipos é que essa estratégia impacta usuários que nunca visitaram seu site. Você nunca coletou o endereço de email dessas pessoas.

Analisando os termos de pesquisa, você aumenta o potencial do seu impacto, pois vai se conectar com um novo pool de clientes, e não apenas com sua atual base de consumidores.

 

4. Utilize seu CRM.

A maior parte de suas informações de CRM provavelmente consiste em dados offline, o que significa que você não os coletou de forma automática através de um cookie no site, mas por meio de programas de fidelidade ou outros recursos (como brindes ou sorteios). Isso torna seu CRM uma rica fonte de informações sobre o perfil dos seus consumidores e no que eles estão interessados.

Para combinar dados, muitos parceiros de retargeting permitem que você carregue diretamente dados de CRM para as plataformas deles. Dessa forma, você poderá usar uma quantidade muito maior de informações (por exemplo, dados sobre lojas visitadas, endereços de email, números de telefone, vendas anteriores, entre outras) para ter uma visão mais abrangente sobre cada consumidor e, assim, fazer retargeting com anúncios personalizados.

Por exemplo, se você pegar os dados de CRM de todos os compradores de máquinas Nespresso nos últimos 12 meses, carregá-los na plataforma do seu parceiro de retargeting e depois criar um segmento dentro dessa base, você poderá criar uma campanha direcionada a esses consumidores para mostrar anúncios de acessórios que possam interessar a eles — belas canecas, sachês de açúcar, etc.

 

5. Conecte todos os pontos de dados.

No competitivo mercado de varejo, é cada vez mais importante impactar consumidores com conteúdo ultrapersonalizado. Isso significa coletar e unificar dados de consumidores em todos os dispositivos, canais e plataformas para ter uma visão abrangente de seus interesses e intenções de compra.

Trabalhando com um parceiro capaz de coletar, analisar e colocar todos esses dados em ação em tempo real (de preferência, com tecnologia de machine learning), você atrairá mais cliques e aumentará as conversões.

Encontrar um parceiro que utiliza dados em tempo real para otimizar todos os elementos de marketing para anúncios de display e de vídeo, é essencial. Varejistas e marcas que realmente querem vencer em meio à acirrada concorrência devem prestar atenção ao design e ao formato do anúncio para cada dispositivo, cada contexto, em cada etapa da jornada do consumidor.

A varejista Stella & Dot, líder de mercado no Reino Unido, utilizou a tecnologia de retargeting (e muitos dados) para entender as preferências de seus consumidores e incrementar o valor médio dos pedidos em 17%.

Se quiser mais dicas, confira o nosso guia rápido sobre retargeting e saiba quais são os termos de retargeting que todo profissional de marketing deve conhecer. Confira também nosso guia completo sobre retargeting.

 

 

Usamos cookies para melhorar sua experiência no nosso website. Continuando sua navegação, você aceita a inserção e o uso de cookies. Para saber mais sobre cookies ou opt-out desses serviços, leia nossa política de privacidade.

As configurações de cookies neste website são definidas como "permitir cookies", para que sua experiência de navegação seja a melhor possível. Se você continuar neste website sem modificar as configurações de cookies ou clicar em "Aceitar" abaixo, você concorda com as configurações definidas.

Fechar